Os tipos mais comuns de alergias alimentares

Reações adversas aos alimentos é a denominação empregada para qualquer reação anormal à ingestão de alimentos ou aditivos alimentares, independente de sua causa. São classifcadas em tóxicas e não tóxicas. As reações tóxicas são as intoxicações alimentares e as não tóxicas dependem de uma suscetibilidade individual e são classificadas em não imunomediadas (intolerância alimentar) e imunomediadas  (hipersensiblidade alimentar ou alergia alimentar).

As alergias alimentares podem apresentar manifestações cutâneas, gastrointestinais e respiratórias, já as intolerâncias normalmente manifestam-se através de reações gastrointestinais.

A maioria das crianças com alergia alimentar se torna tolerante com o passar do tempo quando se tem total comprometimento com a dieta, exceto nas alergias por amendoim, castanhas e frutos do mar. Os principais alimentos que causam alergia em crianças são leite de vaca e derivados, soja, trigo e amendoim e em adultos são amendoim, castanhas, peixes e frutos do mar.

É importante averiguar as causas das intolerâncias e alergias para a obtenção de um diagnóstico preciso. Para isso, tem-se testes alérgicos, conjuntamente com exames bioquímicos , exames físicos, uma boa anamnese  e se necessário ainda exames específicos (colonoscopia, ultrassom abdominal, entre outros) para só depois dar início ao tratamento.

O tratamento consiste basicamente na exclusão do alimento desencadeante das manifestações clínicas, juntamente com um nutricionista que irá auxiliar na recomposição nutricional devido à retirada de alimentos essenciais da alimentação e ao tratamento da crise alérgica.


Dr. Afonso Botrel Corrêa

ALERGOLOGISTA – CRM: 10785
Médico Alergista e clínico geral


Rua Firmino Sales, 242   Centro

Atendimento: Clínica de Doenças Alérgicas

Contato: (35) 3821-1460

Revista Ipê