Inserida no marketing, que é o responsável por toda a gestão mercadológica de um negócio, está a comunicação: ferramenta estratégica fundamental para captar e reter clientes, gerar diferenciação e atrair resultados.

Quando falamos de marketing normalmente temos um consenso de que é por meio dele que são disseminadas informações sobre determinado negócio. É importante lembrar, no entanto, que o seu significado vai muito além dessa ideia. O marketing é o responsável por todas as estratégias mercadológicas para manter um produto ou serviço sustentável no mercado. No conceito tradicional, ele é sustentado por quatro pilares, os famosos quatro P’s, (Produto, Preço, Praça e Promoção), que são os responsáveis, juntos, por garantir que esses produtos/serviços cheguem até os seus consumidores finais. Um desses pilares, a Promoção, diz respeito às ações estratégicas para a divulgação dos produtos/serviços, o despertar de interesse nos consumidores, a criação de diferenciais competitivos e, é claro, atrair resultados (vender).

Neste contexto, a comunicação tornou-se essencial no direcionamento de ações para que os objetivos estratégicos da organização sejam alcançados.

Comunicação interna – Essencial para desenvolver a equipe de colaboradores, bem como contribuir para a melhoria do clima organizacional. A comunicação interna bem conduzida possibilita, entre tantas coisas, incentivar os colaboradores a dedicarem-se em suas funções e a se comprometerem cada vez mais com resultados. Soluções e ações: Jornais e boletins (impresso e digital); reuniões periódicas; festividades; comunicados; intranet; grupos do WhatsApp ou Facebook; jornais-mural.

Comunicação externa – É o trabalho que mais “aparece”, pois o vemos comumente em forma de publicidade. Para que esse trabalho seja bem conduzido, a observação e a estreita relação com os stakeholders (clientes internos e externos; gestores; fornecedores; parceiros; concorrentes; etc.) são indispensáveis.
Soluções e ações: site interativo; assessoria de imprensa e relações públicas; merchandising; publicidade e propaganda; identidade visual; presença nas mídias sociais (Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin, Pinterest, YouTube, Snapchat, etc.); promoções; ações de marketing direto; ações de marketing digital; atendimento; presença em ambientes do convívio social do público alvo (eventos, parcerias, etc.); Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC).

Essas estratégias devem ser elaboradas em todas as empresas, de pequeno, médio ou grande porte e devem ser coordenadas por profissionais com amplo conhecimento em marketing e comunicação (contratação ou consultoria), mas, o mais importante é entender que não se deve investir em comunicação sem antes conhecer o seu real objetivo, os problemas que perpassam o seu mercado e, principalmente, sem entender o seu funcionamento.

Nas próximas edições, abordaremos temas relacionados às ações de comunicação, e como cada uma delas poderá ser implementada em seu negócio.


helder2Helder Tobias

Redes sociais: @heldertobias

Blog: www.heldertobias.com

Revista Ipê