Mais do que um hotel ou um projeto ambiental,
uma preocupação com o futuro

Para chegar à Reserva do Ibitipoca, saindo de Lavras, são aproximadamente 195 km. Um local que surgiu com o objetivo de criar corredores ecológicos estendendo a área de preservação do Parque Estadual do Ibitipoca, uma Unidade de Conservação em Minas Gerais, com cerca de 1.400 hectares e famosa por suas paisagens repletas de cachoeiras, picos, lombadas, grutas e piscinas naturais.

O compromisso era – e ainda é – o reflorestamento com espécies nativas e reintrodução de animais que eram antes vistos na região, mas que passaram a estar ameaçados de extinção. Quase 30 anos depois, após aquisições de dezenas de propriedades no entorno, a Reserva do Ibitipoca chega a ter hoje cerca de 4.000 hectares de área preservada, que abraça e protege o Parque de Ibitipoca e se estende por três municípios mineiros: Lima Duarte, Bias Fortes e Santa Rita do Ibitipoca.

Toda essa área foi transformada em um trecho contínuo de Mata Atlântica, um dos biomas mais ameaçados do mundo e um hotspot de biodiversidade. A abertura ao turismo aconteceu em 2008 com o intuito de movimentar a economia da região e resgatar histórias e tradições locais, atingindo, assim, a sustentabilidade do projeto como um todo.

Courtyard

Jacuzzi

HISTÓRIA

O início de todo projeto da Reserva do Ibitipoca aconteceu em 1981 com a aquisição da Fazenda do Engenho. O hotel só veio quase 30 anos depois, em 2009. A ideia de abrir as portas ao turismo surgiu da vontade de compartilhar a exuberante natureza local com amantes do ecoturismo e, assim, oferecer uma experiência única. Mas muito além disso, o surgimento do hotel Reserva do Ibitipoca foi também fruto da intenção de valorizar a região e as pessoas que lá vivem, gerando empregos, capacitando a mão de obra local e resgatando a cultura e as tradições desse pedacinho de Minas.

Por trás desse trabalho, está a vontade de fazer com que a Reserva do Ibitipoca sirva como um projeto embrião modelo que possa ser replicado em diferentes partes do mundo. “O nosso ideal é difundir conceitos como sustentabilidade, preservação do meio ambiente, geração de baixo impacto, melhorias nas condições de vida da comunidade local e a busca pela felicidade de todas as pessoas envolvidas. Assim, a Reserva do Ibitipoca tem como sonho que a norteia se tornar o melhor projeto socioambiental do planeta. O que queremos através desse conjunto de atitudes nada mais é do que perpetuar nossos ideais e entregar um mundo melhor para as próximas gerações”, destacam.

cd DSCF3915

IBITIPOCA E SEUS
ARREDORES

O Parque Estadual do Ibitipoca localiza-se no sudeste de Minas Gerais entre os municípios de Lima Duarte e Santa Rita do Ibitipoca. Ele abrange 1.488 hectares da Serra do Ibitipoca e sua altitude média é de 1.500 metros, sendo a Lombada o seu pico mais alto, com 1.784 metros. Sua topografia é acentuada, com predominância do quartzo, o que permite uma cobertura vegetal bem heterogênea, com predominância de campos rupestres com enclaves de florestas. O clima é mesotérmico úmido com invernos secos e verões amenos. É o parque mais visitado de Minas Gerais.

Por estar em uma zona não só de Mata Atlântica, mas também de Cerrado e Caatinga, o Parque Estadual de Ibitipoca possui uma grande diversidade no seu entorno. Isso aumenta sua importância na região, o que abrange também os aspectos sociais e econômicos. Portanto, a questão ambiental da Reserva do Ibitipoca envolve um trabalho de prevenção, proteção, reconstituição e manutenção. Existem espécies em processo de extinção que precisam ser monitoradas. Para isso, o habitat natural está sendo reconstituído através do reflorestamento e da reintrodução dessas espécies.

HOSPEDAGEM

Na Reserva do Ibitipoca, o luxo está na simplicidade de cada detalhe. As dependências da pousada funcionam na antiga sede da Fazenda do Engenho, um casarão reformado e cercado por área verde a 900m de altitude. As suítes contam com decoração exclusiva, valorizando o artesanato e a cultura local, cama king-size, enxoval de algodão egípcio, banheiras vitorianas, amenities da marca brasileira Trousseau, além de toalhas e piso aquecidos.

Room Gran Reserva

Room Gran Reserva d

FAZENDO DO ENGENHO

O tradicional casarão de 1715, sede da Pousada Reserva do Ibitipoca, onde ficam as oito suítes, foi reconstruído em 2008 mantendo suas características originais. Nele não há televisões. Um convite para você esquecer o mundo exterior e viver intensa e lentamente cada momento na Reserva do Ibitipoca.

cd DSCF3885

CARLINHOS

Uma típica casa de fazenda totalmente reformada em 2013 e que possui três excelentes suítes. A maior delas tem 70m² e fica de frente para o Pico do Gavião. Todas possuem aquecedor de toalhas e de piso nos banheiros, além de serem decoradas com o autêntico artesanato mineiro. Com total privacidade e uma belíssima vista, a Casa Carlinhos encontra-se a apenas 100m da sede principal da Reserva e é ideal para pequenos grupos e famílias que almejam ainda mais privacidade.

ca6

PAIOL

Inspirada em um paiol, a casa de madeira fica a 100m da sede, à beira de um riacho e com vista para o lago. É uma casa completa, ampla e com belas varandas. Tem apenas uma suíte, o que faz dessa a opção de hospedagem mais exclusiva de toda a Reserva.

p11

GASTRONOMIA

Alimentar-se é um bem, uma oportunidade de se deleitar com o prazer dos sabores, das texturas, dos aromas, do novo. Mas também é um encontro social e, acima de tudo, é saúde. Sua, do universo e da comunidade. Por isso, a Reserva do Ibitipoca procura fazer das refeições uma oportunidade para desfrutar da vida local, da cultura e dos sabores regionais.

“Como produzimos grande parte do que servimos, o nosso cardápio é sempre preparado com o que há de mais fresco no dia. E como gostamos de valorizar as pessoas e as tradições locais, tudo é feito com muito carinho. Carinho e charme, porque o nosso menu do jantar é composto pelos pratos do maravilhoso chef Claude Troigros. E o melhor: as opções mudam todos os dias, afinal surpreender é parte da experiência”, ressaltam.

Além do café da manhã com comida típica da região; um almoço, servido no fogão à lenha, sempre com deliciosas receitas caseiras; há ainda um jantar todo especial, servido com um menu à la carte no restaurante da pousada ou organizado nos mais diferentes e exóticos lugares, como debaixo de uma centenária Jabuticabeira. A sensação é de que você está no paraíso!

cd DSCF3792

BEM-ESTAR

Onde antes era um paiol de uma típica fazenda mineira, foi transformado em um Spa com uma vista lindíssima para a mata e para o Pico do Gavião. É possível fazer yoga todos os dias pela manhã, além de uma série de massagens e técnicas de relaxamento. Esses tratamentos são especialmente pensados para envolver o hóspede em uma atmosfera de encanto e simplicidade e proporcionar bem-estar através de aromas, texturas e do simples contato com a natureza.Spa b

O Spa tem 250m², três salas, espaço para meditação e yoga, um banheiro com chuveiro externo e banheira com vista para a mata, com terapeutas experientes, talentosos e espiritualizados. Os tratamentos oferecidos são todos inspirados em elementos naturais e têm o intuito de oferecer uma experiência holística. Os óleos utilizados são 100% vegetais e feitos a partir de ervas, plantas e essências encontradas, muitas vezes, na própria Reserva do Ibitipoca. E todas elas com poderes terapêuticos dos mais variados. Assim, o hóspede recebe orientações e pode escolher quais óleos, esfoliantes e ervas gostaria que fossem usadas no seu tratamento. O mesmo acontece com as técnicas em si.Spa

Um dos destaques é a Ibitipoca Massage, que combina técnicas orientais e ocidentais que se adequam às necessidades de cada pessoa. Dessa forma, é possível personalizar a terapia que será aplicada. Além disso, os terapeutas também fazem uso de métodos de relaxamento tradicionais, como Shiatsu, Bambooterapia, Reflexologia, dentre outros.


Fotos: Marcio Brigatto

Revista Ipê