“Fiquei pensando no que dissertar nessas poucas linhas que me são concedidas e, veio-me à mente, nesse clima contagiante de final de ano e de um novo ano que está por chegar, uma pergunta: “Tenho feito o meu melhor?”

Esse ano foi de grandes mudanças na minha vida. Ingressei no Poder Legislativo, um sonho pessoal que tinha, uma vez que sempre quis poder contribuir com meus conhecimentos profissionais para a melhoria da população. Por isso, a minha pergunta do “meu melhor”. Sou um grande admirador do Filósofo Mario Sergio Cortella e, parafraseando uma de suas citações, deixo aqui uma reflexão.

“Não é o melhor do mundo. É o teu melhor na condição que você tem enquanto não tem condições melhores para fazer melhor ainda. Porque se você ou eu podendo fazer o nosso melhor, nos contentamos com apenas o possível, caímos num lugar perigoso chamado mediocridade. Uma pessoa medíocre é aquela que é morna. Que está na média. Que não é quente e nem fria.

Mediocridade é falta de capricho. Capricho é você fazer o teu melhor na condição que você tem. Tem gente que é medíocre e sua obra é medíocre: ‘ah, mas do jeito que me pagam; mas eu não tenho condição…’. Há pessoas que em nome da condição, degradam a ação. Há outras, que lutam incessantemente para melhorar as condições e vão fazendo com aquela que tem até que as condições se modifiquem de tanto elas lutarem”.

Bem, eu tenho dado o meu melhor para ser um desses lutadores, mesmos com tantas dificuldades e obstáculos que encontro no caminho, não vou degradar a ação, não farei apenas o meu possível, mas sim o meu melhor, na condição que eu tenho enquanto não tenho condições melhores para fazer melhor ainda.

Me despeço, e mais uma vez agradeço a cada um de vocês que tem depositado sua confiança em mim. Estamos juntos em 2018 por uma Lavras melhor e, claro, com as melhores expectativas possíveis, já que 2018 é ano de possibilidades, dentre elas a de escolhermos nosso Líder máximo a nível federal e estadual, bem como de escolhermos os nossos novos representantes na Assembleia e no Congresso.

Abraço afetuoso de toda nossa família”.


• Carlos Lindomar de Sousa (Advogado OAB/MG 80.520; Professor de Direito; Vereador em Lavras)

• Anna Soares

• Luca Soares Sousa (5 anos)

Revista Ipê