Viajar pelo tempo, deslumbrar-se pela história, e ficar fascinado com a arquitetura e o charme. Estas são algumas das sensações ao conhecer Tiradentes, considerada uma das cidades mais encantadoras de Minas Gerais.

Tiradentes é aquele tipo de cidade que oferece atração para todos os gostos e idades. A viagem pode ser romântica, aventureira ou cultural. Casais, amigos, família. Todos são sempre bem recepcionados.

Pelas ruas de pedras pé-de-moleque, construídas pelos escravos na época da exploração do ouro, é possível fazer uma caminhada ou um passeio de charrete, contemplando a história do Brasil, apreciando as belas igrejas e casarões.

As paradas turísticas são infindáveis, e algumas são primordiais: as igrejas Matriz de Santo Antônio, Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, Nossa Senhora das Mercês dos Pretos Crioulos; os museus Padre Toledo, Sant’Ana, Liturgia; o Chafariz de São José, dentre outros pontos essenciais e fantásticos na história de Minas Gerais. E em cada lugar é possível vislumbrar a imponente Serra de São José, que emoldura toda a cidade.

30x40-9

Conhecer Tiradentes é entrar na história. Os restaurantes, bares, antiquários, lojas e pousadas preservam os casarões de séculos atrás. Não é à toa que a cidade já foi escolhida como cenário de muitas novelas.

Tiradentes vai além dos monumentos históricos, para conhecê-la melhor é preciso saborear a culinária local: frango com ora-pro-nóbis, feijão tropeiro, frango ao molho pardo, tutu, além dos doces de leite, ambrosia, pé de moleque, dentre tantos outros.

Também é essencial conhecer o artesanato da região, realizado em pedra sabão, madeira, latão, estanho, ferro, papel machê, etc. Nos diversos ateliês localizados nas ruas da Direita e da Câmara é possível apreciar toda a criatividade dos artesãos.

Para os mais aventureiros, a cidade contempla belíssimos mirantes da serra, com paisagens encantadoras a 1.100 metros de altitude. As caminhadas podem durar de duas a cinco horas.


Por Camila Caetano
Fotos: Alberto Lopes

Revista Ipê