O HEXA virá agora?

Ano de Copa do Mundo e o futebol é o grande assunto do mundo do esporte. Estou me preparando para cobrir e narrar os jogos mais importantes da minha décima primeira. É sempre emocionante e diferente estar presente, sempre na expectativa de ver o Brasil campeão. O HEXA virá agora? É a pergunta que me fazem a todo instante. Não sei a resposta. Mas pode ser. O time é bom, mas tem vários adversários fortes. A Alemanha sempre. Temos França, Espanha, Argentina e mais uns três ou quatro.

Nunca é fácil. Os cruzamentos, às vezes, são ingratos. Podemos encontrar adversários muito difíceis já na segunda fase. Além de tudo, como se diz há muito tempo, o futebol tem surpresas e zebras. O time da casa, mesmo não tendo força e tradição, sempre tem uma proteção especial. Agora, ela será menor, pois veremos a TV como árbitro. É uma novidade que vai provocar muita discussão, mas será muito útil.

Será uma Copa de grandes astros: Neymar, Messi, Cristiano Ronaldo. Grizmman, e outros. Eles podem decidir. Surpresas sempre acontecem e é bom esperá-las. A partir deste mês, e até o final da Copa, estarei aqui na Revista Ipê. Espero terminar com mais um grito de BRASIL CAMPEÃO. Até.


José Silvério de Andrade

Locutor esportivo da Rádio Bandeirantes.

Será sua 11ª participação em Copas, sendo o único a participar das finais narrando os jogos no estádio.

Revista Ipê